Em entrevista exclusiva Bárbara Branco assume: "Hoje sou mais livre"
Bárbara Branco

Habituada a grandes desafios, Bárbara Branco é uma dos 13 jovens atores que brilha no espectáculo “Quis Saber Quem Sou – Um Concerto Teatral”, que revisita canções da revolução, palavras de ordem, cantigas que são armas e também as histórias pessoais das gerações que fizeram o 25 de Abril. A estreia acontece sábado, 20 de abril, no São Luiz, em Lisboa, e depois vai partir em digressão. Antes, a TvMais conversou, em exclusivo, com Bárbara Branco, que assume: “Hoje sou mais livre”.

Como é que surgiu este desafio?
Há cerca de um ano, o Pedro [Penim, encenador] fez-me o convite. E de forma muito inesperada, porque não o conhecia pessoalmente, nunca tínhamos trabalhado juntos. Aceitei imediatamente porque me identifico muito com o percurso dele e trabalhar com o Teatro Nacional é sempre um privilégio.

Nesta peça, para além de representar, também canta. É fácil para si?
Já fiz musicais no início da minha carreira. A minha base é representação e, portanto, apesar de ter tido algumas aulas de canto e de ser uma vertente de que gosto muito de trabalhar, não é a minha ferramenta principal. Gosto muito de cantar, mas é um complemento à representação.

Como foi o seu trabalho de pesquisa?
Não vivi nem a revolução nem os tempos antes. Já nasci em liberdade, felizmente, mas claro que há um trabalho de pesquisa. Apesar de este espectáculo não ser sobre termos vivido o 25 de Abril, antes pelo contrário. Para mim, é sobre procurarmos a nossa identidade através de quem viveu a revolução, antes e durante. Para eu me conhecer preciso de saber a perspetiva dessas pessoas, da geração, por exemplo, do Manuel Coelho [o veterano ator que participa na peça].

Deixou-a mais atenta a estas questões sobre a liberdade?
Acima de tudo, mais assustada! Por ter já nascido em liberdade e tendo em conta os últimos tempos, as últimas semanas, deixa-me muito assustada. Esta peça também é pertinente principalmente por causa disso, porque acaba por ser um aviso à minha geração para não relaxarmos, para não tomarmos certas liberdades como garantidas, porque a qualquer momento podem ser retiradas. Esse aviso é o que mexe mais comigo com esta peça. E, obviamente, o medo de a qualquer momento isto poder andar para trás…

Já se passaram sete anos desde a sua primeira peça. Que Bárbara é hoje?
Já fiz algumas coisas, de facto. Pela primeira vez, estou a trabalhar com um elenco muito jovem, que é uma coisa que normalmente não acontece. Aqui sou das mais velhas – imagine-se! – e tenho 24 anos! Não sei, certamente que sou uma Bárbara mais consciente. Apesar de já ter uma consciência política, esta peça ainda me traz mais essa inquietação. Hoje sou, certamente, uma Bárbara mais livre e, principalmente, muito feliz por poder estar a trabalhar com uma malta tão talentosa. Somos um grupo muito unido, e se isto é o futuro do teatro em Portugal, então julgo que esta arte está em boas mãos.

Em entrevista exclusiva Bárbara Branco assume: “Hoje sou mais livre”

“Quis saber quem sou” foi a primeira frase de pendor revolucionário do início da democracia em Portugal, ouvida ainda a 24 de abril de 1974, às 22.55 h, na rádio. O primeiro verso da canção “E Depois do Adeus”, de Paulo de Carvalho, marca o momento histórico do arranque da revolução, tornando uma melodia de amor num símbolo da liberdade. Concebido, escrito e encenado pelo diretor artístico do Teatro Nacional D. Maria II, Pedro Penim, “Quis Saber Quem Sou — Um Concerto Teatral” junta 13 jovens atores em palco, entre os quais se destaca Bárbara Branco, ao veterano Manuel Coelho, um dos nomes maiores dos palcos nacionais.

Assine a nossa NEWSLETTER gratuita
Seja o primeiro a saber o que está a DAR QUE FALAR!

Palavras-chave

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

"Sob as Águas do Sena": Porque é praticamente impossível um tubarão no rio que banha Paris como no filme que está a fazer sucesso na Netflix

Não precisa de ser um maratonista – bastam poucos minutos para alterar o metabolismo

Não precisa de ser um maratonista – bastam poucos minutos para alterar o metabolismo

Como saber se está a cuidar bem do seu fígado

Como saber se está a cuidar bem do seu fígado

O futuro da banca é inteligente

O futuro da banca é inteligente

Num dos próximos quatro anos, o planeta deverá mesmo exceder 1,5ºC de aumento de temperatura

Num dos próximos quatro anos, o planeta deverá mesmo exceder 1,5ºC de aumento de temperatura

A Tape não está (definitivamente) morta!

A Tape não está (definitivamente) morta!

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

Em Roma, um apartamento renovado com base em valores atuais

Em Roma, um apartamento renovado com base em valores atuais

Explosão de cor e alegria nas Marchas Populares

Explosão de cor e alegria nas Marchas Populares

Dior apresenta coleção Cruise Collection 2025

Dior apresenta coleção Cruise Collection 2025

Galaxy Watch FE traz funcionalidades avançadas de monitorização de saúde e sono

Galaxy Watch FE traz funcionalidades avançadas de monitorização de saúde e sono

Apresentação da nova coleção de moda de praia

Apresentação da nova coleção de moda de praia

Um novo estúdio em Lisboa para jantares, showcookings, apresentações de marcas, todo decorado em português

Um novo estúdio em Lisboa para jantares, showcookings, apresentações de marcas, todo decorado em português

Entre no jogo de copos

Entre no jogo de copos

Como ler um jornal

Como ler um jornal

Requintado jantar assinala inauguração da nova exposição de Joana Vasconcelos na Boutique Dior, em Lisboa

Requintado jantar assinala inauguração da nova exposição de Joana Vasconcelos na Boutique Dior, em Lisboa

Honor lança novo dobrável em 'concha' com ecrã exterior de quatro polegadas

Honor lança novo dobrável em 'concha' com ecrã exterior de quatro polegadas

8 celebridades incentivam-nos a usar vestidos com padrão floral

8 celebridades incentivam-nos a usar vestidos com padrão floral

Auditoria forense pedida pelo Benfica não encontra dano causado por Vieira

Auditoria forense pedida pelo Benfica não encontra dano causado por Vieira

20 anos depois, o que há de novo no Rock in Rio Lisboa

20 anos depois, o que há de novo no Rock in Rio Lisboa

Vídeo: Um encontro com Alice Vieira, a 'contadora de histórias'

Vídeo: Um encontro com Alice Vieira, a 'contadora de histórias'

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

Adoçante comum presente em pastilhas elásticas e até pastas dentífricas associado a duplicação do risco de AVC e enfarte

Adoçante comum presente em pastilhas elásticas e até pastas dentífricas associado a duplicação do risco de AVC e enfarte

CMB: o mundo dos vinhos conquistou o México e agora ruma à China

CMB: o mundo dos vinhos conquistou o México e agora ruma à China

A relação surpreendente entre o desempenho cognitivo das mulheres e a menstruação

A relação surpreendente entre o desempenho cognitivo das mulheres e a menstruação

Como as poeiras do Saara podem ajudar a impedir furacões

Como as poeiras do Saara podem ajudar a impedir furacões

"O Homem dos Teus Sonhos" - ou quando Nicholas Cage não nos sai da cabeça

Kia EV9 GT-Line AWD em testes: A referência nos grandes SUV

Kia EV9 GT-Line AWD em testes: A referência nos grandes SUV

Núria Madruga diverte-se com os filhos no

Núria Madruga diverte-se com os filhos no "Green Fest"

Aproveite a vida ao ar livre

Aproveite a vida ao ar livre

Alpine A290: elétrico, tecnológico… e endiabrado

Alpine A290: elétrico, tecnológico… e endiabrado

Em “Cacau”: Simone descobre que está prestes a ser desmascarada

Em “Cacau”: Simone descobre que está prestes a ser desmascarada

Restaurante Mapa: Geografia de sabores em Montemor-o-Novo

Restaurante Mapa: Geografia de sabores em Montemor-o-Novo

A meio caminho entre o brioche e o folhado, assim são os protagonistas da Chez Croissant

A meio caminho entre o brioche e o folhado, assim são os protagonistas da Chez Croissant

Carros elétricos chineses deverão ficar mais caros

Carros elétricos chineses deverão ficar mais caros

2 situações mais impressionantes do que o romance em “Bridgerton”

2 situações mais impressionantes do que o romance em “Bridgerton”

Vídeo: Vê aqui o espetáculo de 'Miúdos a Votos' 2024

Vídeo: Vê aqui o espetáculo de 'Miúdos a Votos' 2024

Passatempo: ganha convites para a antestreia de 'Gru- O Maldisposto 4'

Passatempo: ganha convites para a antestreia de 'Gru- O Maldisposto 4'

Os 500 anos de Camões

Os 500 anos de Camões

Trooping the Colour marcado pelo regresso de Kate

Trooping the Colour marcado pelo regresso de Kate

Os festivais de verão

Os festivais de verão

"O que é verdadeiramente desafiante é as marcas saberem o que leva as pessoas às lojas e o que funciona online". Leah Johns em entrevista

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

Novo estudo científico revela que o cérebro tenta prever o futuro enquanto se encontra em repouso

Novo estudo científico revela que o cérebro tenta prever o futuro enquanto se encontra em repouso

Em Roma, um apartamento renovado com base em valores atuais

Em Roma, um apartamento renovado com base em valores atuais

Implante cerebral ajuda sobrevivente de AVC que perdeu a fala a comunicar de forma bilingue

Implante cerebral ajuda sobrevivente de AVC que perdeu a fala a comunicar de forma bilingue

Em “Senhora do Mar”: Joana descobre que está grávida outra vez

Em “Senhora do Mar”: Joana descobre que está grávida outra vez