“Não há palavras que expliquem o que se sente.” A frase é de Carolina Aranda e espelha bem a dor que a concorrente de “O Triângulo” tem enfrentado nos últimos anos, motivada em grande parte pela morte da progenitora. Carolina tinha apenas 18 anos, acabara de saber que tinha entrado numa universidade em Lisboa quando a progenitora descobriu que tinha um cancro da mama. “A minha mãe foi diagnosticada com o primeiro cancro da mama. Decidi concorrer à segunda fase em Évora e ficar por lá”, explicou, primeiramente. Apesar do momento de dor, a jovem decidiu participar no programa da TVI. “O Triângulo” – Carolina Aranda sobre o luto pela morte da mãe e da avó: “Penso que me estou a curar”.

“O Triângulo” – Carolina Aranda sobre o luto pela morte da mãe e da avó: “Penso que me estou a curar”
“Foi assim um choque para mim”

Estávamos em 2017, e o sentimento era de que o que se seguiria seria um grande desafio. “Comecei e parecia que ia desmaiar. Foi assim um choque para mim”, prosseguiu. Hoje, ao recordar esses tempos, não tem dúvidas: “É uma altura de que me arrependo, porque poderia ter dado muito mais apoio e não sei até que ponto isso não teve alguma influência no que se passou agora.” Nesta primeira luta contra uma doença oncológica, a mãe de Carolina fez cirurgia, quimioterapia, radio­terapia e continuou a tomar conta da avó da candidata. Por isso a concorrente de “O Triângulo” acredita que “podia ter feito muito mais”. Quatro anos depois, o pesadelo voltou a assolar a família. E desta vez de uma forma ainda mais traumática. Estávamos no início de 2020 quando a mãe se apercebeu de que tinha “uma saliência no pescoço”

“Tive algum tipo de pressentimento”

E lembrou: “Passados uns meses foi operada. Foi mais ou menos em agosto, setembro, que a minha mãe foi diagnosticada com uma recidiva que o cancro da mama tinha tido.” O mundo desta família voltou a desabar. “Ela sabia a gravidade, mas acreditava muito, dizia: Eu vou-me curar.” Mas não aconteceu. “No verão de 2022 ela começou com um grande inchaço abdominal, mas deixámos arrastar”, prossegue. A progenitora foi às urgências e Carolina foi buscá-la, mas nessa noite algo de estranho aconteceu. “Tive algum tipo de pressentimento. Quis ir deitar-me para a cama dela e não fui. Isso custa-me. Não sei por que não fui”, conta em lágrimas. “Ela apareceu à porta do meu quarto e disse-me: Carolina, eu vou chamar a ambulância, porque não me estou a sentir muito bem”, continua.

“Não há palavras que expliquem o que se sente”

Quando tudo isto aconteceu, o irmão da rapariga, que reside no estrangeiro, veio para Portugal. “Consegui finalmente falar com a médica que estava responsável por ela e foi aí que o mundo desabou e que fiquei sem chão. Ela disse: ‘Já não há nada a fazer.’ E faleceu”, conta .E aqui, sim, Carolina mergulhou num profundo pesadelo. “Não há palavras que expliquem o que se sente. É perder uma confidente, é perder tudo! Perder a pessoa que representa o que é uma casa para nós. É muito difícil não ter para onde voltar”, confidencia, chorosa. Com o mundo a ruir, a jovem teve então a capacidade de seguir em frente.

Ou pelo menos tentar. “Só pensei em avançar, porque sabia que se parasse podia correr mal para mim”, justifica, em primeiro lugar.Um dos grandes apoios de Carolina nesta fase foi o seu namorado de então. Mas acabaram por romper. “Houve uma pessoa que me marcou muito. Ensinei-o a amar e vice-versa. E disse-lhe que talvez precisasse de algum tempo para mim após o falecimento da minha mãe”, recorda. Hoje tem consciência do que aconteceu. “Em vez de aceitar o apoio dele, afastei-o. E obviamente que ele depois também se afastou”, recorda.

“Peguei nas minhas coisinhas, vim para Lisboa e estou aqui

No seguimento de tudo isto, deixou o Alentejo e rumou à capital. “Peguei nas minhas coisinhas, vim para Lisboa e estou aqui. Feliz, pois estou a viver, o que é muito importante”, admite. Já em conversa com Cristina Ferreira, acabou por dizer que ainda pensa muito no amor. “Mas neste momento penso que me estou a curar. Quem sabe no futuro, se aparecer alguém que me faça mudar de ideias, invista nessa questão.”

“O meu pai estava presente, à sua maneira, mas estava”

Avó demente e com AlzheimerAquela que é uma das favoritas do reality show da TVI teve uma infância feliz, em que brincava em casa dos avós, mas marcada por algumas dificuldades. Passou, de resto, por “sete ou oito casas diferentes”. “O meu pai estava presente, à sua maneira, mas estava.” Com apenas 11 anos enfrentou uma dura perda. “O meu avô faleceu e coincidiu com a minha avó ficar de uma forma muito rápida e inesperada com Alzheimer e demência. Parte da alma dela foi com ele”, descreve, em seguida, acrescentando: “Foi assustador, do nada ela começa a fazer coisas que não lembra a ninguém.” E em poucos anos o pior acabaria também por acontecer. “No final de 2019, ela olhou para mim e para a minha mãe e fechou os olhos. Ficámos à espera. Foi uma dor gigante, mas sei que ela foi em paz e deixou de sofrer”, disse, por fim, lavada em lágrimas.

Percorra, por fim, a galeria de imagens da concorrente. “O Triângulo” – Carolina Aranda sobre o luto pela morte da mãe e da avó: “Penso que me estou a curar.”

Assine também a nossa Newsletter gratuita e fique a saber todas as novidades do mundo dos famosos!

Palavras-chave

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

10 dicas para usar T-shirts e camisas oversized

10 dicas para usar T-shirts e camisas oversized

Famosos divertem-se no fim-de-semana no NOS Alive

Famosos divertem-se no fim-de-semana no NOS Alive

Renovar os votos na Cevicheria, uma década depois

Renovar os votos na Cevicheria, uma década depois

“É o trabalhador quem escolhe a empresa, e não a empresa que escolhe o trabalhador”

“É o trabalhador quem escolhe a empresa, e não a empresa que escolhe o trabalhador”

Animais que nos fazem rir!

Animais que nos fazem rir!

As subidas dos preços das casas explicadas em cinco gráficos

As subidas dos preços das casas explicadas em cinco gráficos

ChatGPT chega a todos os Peugeot equipados com comandos de voz

ChatGPT chega a todos os Peugeot equipados com comandos de voz

Livros, sol e sombra. Mais de 30 sugestões de boas leituras para as férias grandes

Livros, sol e sombra. Mais de 30 sugestões de boas leituras para as férias grandes

Solidão a longo prazo aumenta o risco de AVC, demonstra novo estudo

Solidão a longo prazo aumenta o risco de AVC, demonstra novo estudo

A meio caminho entre o brioche e o folhado, assim são os protagonistas da Chez Croissant

A meio caminho entre o brioche e o folhado, assim são os protagonistas da Chez Croissant

O vestido preto com que Letizia nunca se compromete

O vestido preto com que Letizia nunca se compromete

Ugly shoes - adoramos o exagero e a irreverência desta trend

Ugly shoes - adoramos o exagero e a irreverência desta trend

Homem do Leme: Artifícios

Homem do Leme: Artifícios

Pequeno satélite português já está no Espaço

Pequeno satélite português já está no Espaço

Raedian Neo: Fácil de instalar e com muitas funcionalidades para controlar carregamentos

Raedian Neo: Fácil de instalar e com muitas funcionalidades para controlar carregamentos

Mix Flip: Já experimentámos o próximo dobrável da Xiaomi

Mix Flip: Já experimentámos o próximo dobrável da Xiaomi

XIV Congresso dos Lusitanistas - lugar de entendimento, agregação e diversidade

XIV Congresso dos Lusitanistas - lugar de entendimento, agregação e diversidade

Letizia surpreende com

Letizia surpreende com "look" brilhante

Nuno Eiró celebra 50.º aniversário com grande festa e vários famosos

Nuno Eiró celebra 50.º aniversário com grande festa e vários famosos

Tecnologia: A união faz a transição

Tecnologia: A união faz a transição

Quem disse que na casa de banho o papel de parede não entra?

Quem disse que na casa de banho o papel de parede não entra?

VISÃO Júnior de junho de 2024

VISÃO Júnior de junho de 2024

Soluções para a pele com manchas

Soluções para a pele com manchas

Concept store: a Caju Comporta celebra cinco anos com novo espaço

Concept store: a Caju Comporta celebra cinco anos com novo espaço

Um dos sintomas de Covid-19 mais desvalorizado mas a que é preciso estar atento

Um dos sintomas de Covid-19 mais desvalorizado mas a que é preciso estar atento

VOLT Live: vem aí um apoio europeu para a compra de veículos elétricos?

VOLT Live: vem aí um apoio europeu para a compra de veículos elétricos?

Fausto - O último dos puros

Fausto - O último dos puros

Alexandra assume sobre casamento com Flávio em

Alexandra assume sobre casamento com Flávio em "Casados à Primeira Vista": "Apeteceu-me dar-lhe um beijo"

Amendoim: Os benefícios inesperados do consumo desta oleaginosa

Amendoim: Os benefícios inesperados do consumo desta oleaginosa

De novo num

De novo num "jumpsuit", Charlene do Mónaco revela o seu lado mais sedutor

Quis Saber Quem Sou: Será que

Quis Saber Quem Sou: Será que "ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais?"

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Portugal e a Lei de Restauro da Natureza

Portugal e a Lei de Restauro da Natureza

VISÃO Se7e: Os livros certos para as férias de verão

VISÃO Se7e: Os livros certos para as férias de verão

Afinal Élson e Mariana não se casaram - Saiba o motivo

Afinal Élson e Mariana não se casaram - Saiba o motivo

Zunder, a aplicação para carregar o carro por toda a Europa, chega a Portugal

Zunder, a aplicação para carregar o carro por toda a Europa, chega a Portugal

Amazon: Prime Day 2024 agita mercado nacional

Amazon: Prime Day 2024 agita mercado nacional

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

Empreender à grande e à portuguesa

Empreender à grande e à portuguesa

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

Com mais sabor a verão

Com mais sabor a verão

Em

Em "Casados à Primeira Vista": Sónia ataca Daniel: "A Mariana nunca lhe deu hipótese"

FlexiSpot E7 Pro é uma secretária que sobe e desce para melhorar a ergonomia

FlexiSpot E7 Pro é uma secretária que sobe e desce para melhorar a ergonomia

Cristiano Ronaldo rendido à declaração de amor da filha mais nova

Cristiano Ronaldo rendido à declaração de amor da filha mais nova

No restaurante Éter, no Porto, o vinho é que manda

No restaurante Éter, no Porto, o vinho é que manda

Reciclagem de embalagens: pode brincar-se com temas sérios?

Reciclagem de embalagens: pode brincar-se com temas sérios?

Seis estratégias essenciais de Literacia Financeira Digital para proteger as finanças da sua família

Seis estratégias essenciais de Literacia Financeira Digital para proteger as finanças da sua família